Ilustrações de Oswaldo Storni, 1967

O 2º WEB ENCONTRO VITAL PARA O BRASIL SOBRE ANIMAIS PEÇONHENTOS celebra os 120 anos da entrega dos primeiros lotes de soro para consumo humano produzidos nas Américas. Em 1901, em 11 de junho, Vital Brazil entregava os lotes de soro antipestoso e, logo em seguida, em 14 de agosto, os de soro antiofídico especifico. Ambos produzidos por ele no então recém fundado Instituto Soroterápico de São Paulo, hoje Instituto Butantan.

 
Há poucos anos, a OMS - Organização Mundial da Saúde reconheceu que o ofidismo é uma Doença Tropical Negligenciada. De modo mais abrangente e aprofundado que os primeiros conceitos de doença negligenciada, voltados em especial à falta de medicamentos para terapêuticas de doenças infecto contagiosas e parasitárias nos países tropicais, esse posicionamento da OMS trouxe um novo olhar para causa e gerou visibilidade à antiga e trágica realidade desses agravos. Há 120 anos, o cientista Vital Brazil Mineiro da Campanha (1865-1950), patrono e mentor de políticas de atenção aos acidentes por animais peçonhentos, entregava ao mundo a solução de um dos mais graves e complexos problemas da saúde coletiva e já ressaltava o aspecto negligente do ofidismo. Ao longo de sua trajetória empreendeu ações, escreveu e lutou sucessivamente contra a falta de informação e de acesso a tratamentos adequados e eficazes que atinge, desde sempre, sobretudo, as populações rurais e periféricas, que fragiliza ainda mais as pessoas que vivem em situação de pobreza, em exclusão e invisíveis. 


No Brasil, no SUS – Sistema Único de Saúde, de acordo com os princípios da Universalidade, Equidade e Integralidade, conta-se com um intricado aparelho de Políticas Públicas que garantem o direito de todo cidadão a acessar gratuitamente o tratamento soroterápico específico de qualidade. Essas políticas atuam nas fronteiras dinâmicas entre o Meio Ambiente, a Saúde e a Sociedade, o que exige, pela constante mudança em cada um desses campos, sua permanente vigilância e contínuo aperfeiçoamento. Portanto, ao se levar em consideração o conceito ampliado de Saúde, é preciso aprimorar as abordagens, expandir a compreensão e as práticas para muito além da assistência à dimensão biomédica do bem-estar humano, dando igual atenção às questões sociais, ambientais, econômicas e políticas que influenciam determinantemente a Saúde das populações.


Inspira, também, esse evento, os 110 anos do livro A Defesa contra o Ophidismo, obra de Vital Brazil considerada um marco relevante no enfrentamento dos graves desafios impostos pelos envenenamentos por animais.

O intenso sentimento de solidariedade com aqueles e aquelas que perderam pessoas para a pandemia que atravessamos, sobretudo, o reconhecimento de esforços conjuntos de pesquisadores e profissionais das ciências e da saúde para superação dos difíceis cenários coletivos que surgiram nos últimos 18 meses, nos motiva a registrar a passagem destas efemérides. Para tanto, contamos com a já tradicional parceria entre a Rede Vital para o Brasil, a Casa de Vital Brazil e o Instituto Vital Brazil, assim como com o apoio da FAPERJ e a promoção das instituições e pesquisadores (as) que integram a rede.


Em observação às precauções sanitárias vigentes nestes tempos de pandemia, o evento ocorrerá integralmente via internet pela plataforma StreamYard e será transmitido pelos canais do Youtube e Facebook. Serão 14 atividades distribuídas no período de 25 a 27 de outubro, de segunda a quarta-feira. As palestras e webinários apresentarão temáticas relacionadas às pesquisas e trabalhos nas áreas da saúde e biodiversidade, soroterapia antiveneno, divulgação e informação científica, história da ciência, cenários epidemiológicos, assuntos determinantes acerca dos acidentes com animais peçonhentos.


Haverá submissão de trabalhos em forma de vídeo-pôsteres e os resumos serão publicados em e-book.


Os objetivos e expectativas do 2º Web Encontro Vital para o Brasil giram em torno da reflexão sobre o momento singular de nossas atividades, assim como do compartilhar vivências que possam contribuir para a aproximação de pesquisadores, estudantes e instituições, a fim de estimular a cooperação permanente e as ações conjuntas em prol da qualificação profissional, do avanço de estudos e do melhor servir e divulgar informações em contextos tão desafiadores.


Aproveitem a programação! Aproveitem a valiosa interlocução entre instituições e pesquisadores em torno das bases teóricas, práticas e perspectivas futuras dos saberes acerca dos animais peçonhentos e seus venenos. 

Sejam todas e todos muito bem-vindas e bem-vindos!

Foto-pagina1.jpg
Memória histórica do Instituto Butantan

Memória Histórica do Instituto Butantan,1941

A Defesa contra o Ophidismo
Cartão postal Instituto Sermtherápico Butantan
  • insta
  • face